sexta-feira, 3 de julho de 2015

UM VERDADEIRO PÓLO INDUSTRIAL, DR PAULO FERNANDES O PREFEITO DO EMPREGO!

É isso mesmo, um verdadeiro PÓLO INDUSTRIAL, assim podemos designar nossa querida ITARANTIM, temos que ser gratos e muito gratos, o Brasil está numa crise imensa, indústrias demitindo, a coisa não tá mesmo boa, e olha ai nossa cidade recebendo essa BENÇÃO, mais empregos.

A Fábrica já está trabalhando em dois turnos, quando o segundo galpão ficar pronto, serão mais empregos, DR. PAULO FERNANDES, o que a gente ouve por ai é que essa grande conquista empregos e mais empregos para o povo da nossa cidade, que sua administração conseguiu, era pra está sendo conclamado aos quatro cantos da BAHIA, mas o prefeito não quer ALARDE, quer que o segundo galpão fique pronto Logo! 
o foco dele, é o POVO, o foco nosso é a conquista!

A expectativa é que até o Final do ano estejamos com mais de oitocentos empregos diretos, o momento é de todos nós comemorarmos, mas vamos esperar, e depois olhar para trás e ver “QUÃO GRANDES COISAS FEZ O SENHOR POR NÓS” e ai nos alegrarmos e dar aquele BRADO DE VITÓRIA, e dizer: obrigado DEUS, obrigado Dr. PAULO, parabéns ITARANTIM! 

Por Roberto Ataíde
Fotos Euclydes Junior / Diego Oliveira









quinta-feira, 2 de julho de 2015

RETA FINAL DO CAMPEONATO MUNICIPAL

Está cada vez mais empolgante o campeonato municipal de futebol de ITARANTIM. A disputa agora é pra valer, semifinais começam domingo 05 de julho, torcedor não perca, veja quem são os semifinalistas:
Pela segunda divisão – SINVAL NUNES – RIBEIRÃO DO SALTO B – ESCOLINHA – RUA DA PALHA. 

Pela Primeira divisão: LUCONTE – JUVENTUDE – C.R.S. RIBEIRÃO – BOB KENNEDY.

Neste domingo serão dois jogos imperdíveis:

SINVAL NUNES X C.R.S RIBEIRÃODO SALTO
 ( segunda divisão)

LUCONTE X JUVENTUDE ( primeira divisão) 

É o campeonato municipal chegando em sua RETA FINAL, vale ressaltar que o melhor campeonato de futebol de todos os tempos realizado em Itarantim, é um verdadeiro sucesso, Dr. Paulo Fernandes dando todo apoio, e como não poderia deixar de ser, ITARANTIM mais uma vez está de parabéns!

Por Roberto Ataíde

                                                                                                                             

quarta-feira, 1 de julho de 2015

A TODO VAPOR!



Assim podemos designar as atividades do segundo galpão para o funcionamento da empresa RENATA MELLO: A TODO VAPOR! Garra, determinação e MUITA VONTADE em ver nossa cidade CADA VEZ MELHOR, essa tem sido a tônica do prefeito do município Dr. Paulo Fernandes, as provas são visíveis, são palpáveis, os empregos que os itarantienses tanto precisam estão ai, a RENATA MELLO já funciona, já pagou funcionários, logo logo, teremos o segundo galpão pronto, a prefeitura tem feito esforço sem medidas, a empresa também está empenhada, gostou muito de ITARANTIM e nesta RETA FINAL, está ajudando a prefeitura a terminar o GALPÃO.

Graças ao nosso bom Deus, Itarantim está no caminho certo, se alguém quer FALAR apenas do que não deu certo, que continue, essa parte não chega nem a dez por cento, mas QUEM quiser ver o que já deu certo, com certeza são mais de noventa por cento e o caminho É ESSE! 

ITARANTIM CADA VEZ MELHOR!




Por Roberto Ataíde
Fotos Diego Oliveira Rocha







UM SUCESSO!

O programa de Rádio, apresentado pela prefeitura municipal de Itarantim ao meio dia de segunda quarta e sexta-feira, está sendo um tremendo sucesso, mais uma grande via de comunicação para apresentar ao povo algumas das ações do governo Paulo Fernandes.

O primeiro a falar foi Robson Dantas, secretário do MEIO AMBIENTE, depois Darquinha Gumão secretária de AGRICULTURA e depois o jovem Euclides Junior, coordenador dos INFOCENTROS.

Inaugurando o programa, o prefeito do município Dr. PAULO FERNANDES, fez um belíssimo discurso de quase uma hora, onde pôde falar um pouco do muito que fora feito em nosso município, diga-se de passagem, ainda tem  muita obra a ser divulgada, afinal  o tempo foi curto, mas não somente por isso, é que foram muitas e muitas ações do governo municipal.

“”FIQUE ATENTO, toda segunda quarta e sexta-feira na               ITARANTIM FM 97,1”” 



Por Roberto Ataíde

segunda-feira, 29 de junho de 2015

ITARANTIM CADA VEZ MELHOR!




Quando pegou o município em 2013, Dr. PAULO FERNANDES teve que se desdobrar e muito para ajusta-lo, já que muita coisa precisaria ser colocada em ordem, e ELE, Dr. PAULO, é tão tranquilo no tocante a provar isso ou falar de como pegou o município, que  em seus discursos, a exemplo na ITARANTIM FM 97,1, NUNCA cita isso, pois o foco do prefeito é continuar arrumando a CASA, para entregar um município bem melhor do que PEGOU em 2013, EX: 

TROCOU TODA FROTA DE VEÍCULOS 

REFORMOU TODAS AS ESCOLAS DO DISTRITO, SEDE E ZONA RURAL 

FEZ O ESGOTAMENTO DO ANEDILIA DE CARVALHO

ILUMINAÇÃO DA BA 130 

CALCAMENTO DE RUAS ESQUECIDAS POR ANOS 

AS MELHORES FESTAS DE SÃO JOÃO E ANIVERSARIO DA CIDADE 

MELHORIA NA EDUCAÇÃO, MELHORIA NAS ESTRADAS DA ZONA RURAL. 

REFORMA DA RODOVIÁRIA, CRECHE AURILECIO DAMASCENO. 

ÁGUA TRATADA DO DISTRITO DE RIBEIRÃO ( SONHO ANTIGO DOS MORADORES) 

INVESTIMENTOS NA SAÚDE REFORMAS E CONSTRUÇÃO DE POSTOS DE SAÚDE

EMPRESA CALÇADISTA RENATA MELLO, EMPREGOS PARA O POVO ETC ETC ETC... 

São muitas e muitas obras, mas muitas mesmo, quando sair uma PUBLICAÇÃO sobre os melhores prefeitos da BAHIA, referentes aos anos de 2014, 2015, 2016 DR. PAULO FERNANDES, prefeito do município de ITARANTIM com certeza estará ENTRE OS MELHORES, o que for publicado referente aos anos anteriores, serão ÁGUAS PASSADAS. 

NOTA: A ADMINISTRAÇÃO PAULO FERNANDES É TÃO BOA QUE, QUANDO SAI PUBLICAÇÃO REFERENTE AO PASSADO, OPOSITORES CORREM PARA PUBLICAR, MAS ISSO TEM O MESMO GOSTINHO DE CHUPAR PAPEL COM BALA, ITARANTIM COM A ADMINISTRAÇÃO PAULO FERNANDES, COM CERTEZA ALEM DE SUPERAR TODAS AS CRISES ORIUNDAS DOS GOVERNOS FEDERAL E ESTADUAL, É UM MUNICÍPIO CADA VEZ MELHOR, E ISSO É FATO!













Por Roberto Ataíde
Fotos Diego Oliveira

domingo, 28 de junho de 2015

Dilma não passará a mão na cabeça de ninguém. Nem na de Lula

Na sexta-feira à noite, quando se reuniu com alguns ministros no Palácio da Alvorada para avaliar por antecipação o que a VEJA publicaria em sua mais recente edição, a presidente Dilma Rousseff perguntou diretamente a Aloizio Mercadante, ministro-chefe da Casa Civil, e a Edinho Silva, da Comunicação Social:

- Vocês têm alguma coisa a contar sobre a arrecadação de recursos para as minhas duas campanhas?

Edinho, que foi tesoureiro da campanha do ano passado, respondeu que não. Nada de novo havia para ser contado. E reafirmou sua inocência.

Mercadante, que recebeu dinheiro de Ricardo Pessoa, dono da UTC e da Constran, para sua campanha de 2010 ao governo de São Paulo, disse que estava tudo certo com a sua prestação de contas.

No sábado, pela manhã, Dilma voltou ao assunto e os dois ministros repetiram o que haviam dito.

Ela orientou o ministro da Justiça a dizer à imprensa que o governo deseja a apuração de tudo, e em seguida embarcou para os Estados Unidos.

Por mais que tenham sido doces as palavras do ministro da Justiça em relação aos seus dois colegas, ficou claro que eles só continuarão em seus lugares se nada de mais grave surgir que possa comprometê-los.

Dilma não passará a mão na cabeça de auxiliares que pisaram na bola. Não passará mesmo. Como nada fará para salvar seu antecessor no cargo caso a polícia bata à porta dele.

É por isso que Lula anda detonando Dilma. Está se sentindo abandonado por ela. Cobra que Dilma use a força do governo para impedir que ele sofra constrangimentos.

Coitado de Lula! Se fossem apenas constrangimentos o que ele enfrentará mais adiante...

Não chegamos ainda nem perto do fundo do poço, diz Armínio Fraga

Principal assessor econômico do candidato derrotado à Presidência Aécio Neves (PSDB), o economista Armínio Fraga diz que hoje o Brasil está morrendo de medo
de tudo: recessão, inflação, desemprego.

"A campanha foi um show de mentiras. Agora o custo é este: um país morrendo de medo", disse à Folha.

Na época, a presidente Dilma foi acusada de disseminar entre a população o medo de crise e arrocho se houvesse vitória da oposição.

Ele afirma que Dilma expõe o ministro Joaquim Levy (Fazenda) ao escalá-lo para discutir o ajuste fiscal com o Congresso.

"Mandaram o general para a linha de frente com uma espada na mão", comparou.

Para o economista, que presidiu o Banco Central no governo FHC e hoje é sócio da Gávea Investimentos, o governo deveria ter optado por uma meta de superavit primário (receitas menos despesas) menor neste ano. A seguir, trechos da entrevista.*

Folha - A economia brasileira amargará 1,5% de recessão neste ano. O que está ocorrendo?
Armínio Fraga - O governo chutou o pau da barraca [do gasto público] nas eleições e agora paga a conta. Isso já tinha acontecido no início do primeiro mandato da presidente Dilma. A situação hoje é pior porque o país entrou muito torto na história. A evolução da dívida é assustadora, e a recessão morde firme. É possível ver isso na indústria, no setor imobiliário.

Hoje o quadro está sendo tratado de maneira mais razoável, mas ainda insuficiente. O ajuste fiscal não vai resolver tudo. É preciso cortar mais o gasto, que é rígido.

Os empresários reclamam que o governo cortou investimentos, mas não reduziu gastos. Qual é a sua opinião?
O ajuste fiscal requer um debate profundo sobre o tamanho do Estado. Não vou nem discutir qual é o tamanho do Estado ideal.

Alguns países deram certo com um Estado grande, como os escandinavos. Outros funcionam com um Estado menor, como os EUA. Só que o Estado precisa ser funcional e hoje temos um Estado meio capturado.

Sem essa discussão, o ajuste está sendo feito do jeito que dá. Algumas medidas são boas, mas há problemas. Surgiu essa história de acabar com o fator previdenciário [que desestimula a aposentadoria precoce], que considero uma loucura.

O PSDB votou contra o fator previdenciário. O que você acha da posição do partido?
Não falo pelo PSDB. Tenho simpatia pelo partido e gosto de trabalhar com o ex-presidente Fernando Henrique e com o Aécio.

O partido foi infeliz no tema do fator previdenciário, mas tem agido bem. O PSDB tem que ser o bastião de grandes ideias e princípios. Nessa confusão toda, não é fácil.

Qual é o efeito da crise política na economia?
A situação política é caótica. O país tem 32 partidos, 29 representados no Congresso e quase não existe discussão de programa de governo.

Há essa percepção de que a política está terceirizada para o PMDB, mas claramente o PT não está satisfeito. A oposição tenta se posicionar, mas ainda não engrenou o ritmo.

Por que o governo não faz reformas estruturais?
O Levy lida com muitas restrições, inclusive da chefe dele, que é responsável por tudo isso que está aí. É uma situação muito constrangedora.

Ele está muito exposto [negociando com o Congresso]. Mandaram o general para a linha de frente com uma espada na mão, algo que não se via há 500 anos. É da época de Alexandre, o Grande.

Na sua opinião, o governo deveria reduzir a meta de superavit primário?
O superavit de 1,2% do PIB foi planejado com estimativas muito otimistas para a economia. Desde o início, o governo deveria ter optado por uma meta menor no primeiro ano e mais ambiciosa nos dois anos seguintes. Agora, mexer na meta não é fácil.

Mas a arrecadação não está correspondendo às expectativas. Não é melhor assumir que não dá para cumprir a meta?
Não sei o que eles vão fazer. A minha opinião é que deveriam ter colocado uma meta menor neste ano e deixado claro qual é o pagamento das "pedaladas" passadas. Classificar direito o que é uma conta do passado e o que é um ajuste permanente.

O governo tem armas para combater a recessão?
A capacidade de reação do governo está prejudicada pela inflação alta e por um Orçamento muito precário.

Portanto, as ferramentas anticíclicas tradicionais não estão disponíveis em razão de uma herança que Dilma deixou para ela mesma.

É uma situação muito difícil, e quem vai pagar o pato, como sempre, é a população.

Até quando vai a recessão?
É preciso não confundir. Vivemos um ciclo de curto prazo provocado pelo aquecimento da economia antes das eleições e temos um problema de médio prazo.

Daqui a um ano ou um ano e meio, podemos até sair do ciclo de curto prazo, mas teremos questões estruturais.

Agora, se ficar claro que existem respostas para as questões estruturais, ajuda a quebrar o ciclo porque as empresas se animam a investir.

O governo está tentando estimular investimentos com o programa de concessões de infraestrutura.
Sim. Mas tem tido uma imensa dificuldade de executar os projetos. E vão utilizar esse dinheiro para vencer as contas do ano, enquanto deveriam abater dívidas.

Na campanha eleitoral, você foi criticado por dizer que o país entraria em recessão, e hoje isso se concretizou. Como você se sente?
Aquilo foi um grande teatro, um show de mentiras. O Aécio e o Fernando Henrique falaram isso o tempo todo. O custo é este: temos um país morrendo de medo.

Com medo de quê?
De tudo: recessão, desemprego, inflação. Não sou político, vivo de administrar o dinheiro dos meus clientes. Se for pessimista, estou acabado, mas tenho que ser realista. A situação não está boa.

As empresas estão demitindo. A situação vai piorar?
Infelizmente, acredito que não chegamos ao fundo do poço. Espero estar errado, mas analiticamente não estamos nem perto disso.

Havia um represamento de demissões em razão das incertezas que as eleições geram. Agora a situação ficou clara e as empresas demitem.

Esse ciclo, no entanto, ainda mal começou.

Qual é o impacto do aumento do desemprego?
As centrais sindicais, que sempre foram a base do PT, já estão reclamando. Existe uma briga no próprio governo. Pode gerar mais manifestações de ruas e mais dificuldades para aprovar o ajuste fiscal. Governar nesse contexto não é fácil.

O BC exagerou na alta de juros para atingir a meta de inflação de 4,5% no fim de 2016?
É uma meta muito ambiciosa. Dá para chegar a esse resultado em dois anos, mas vai exigir disciplina e um pouco de sorte. Talvez fosse mais fácil deixar para 2017.

O problema é que a inflação está acima da meta há bastante tempo, as contas públicas se deterioraram e o país ameaça perder a classificação de risco. Se o governo tivesse mais credibilidade, poderia ser mais gradual.

sábado, 27 de junho de 2015

SÃO JOÃO DE ITARANTIM É DESTAQUE NA MÍDIA REGIONAL!

Foi notícia na mídia regional ( Sudoeste Hoje - Políticos do Sul da Bahia ) O SÃO JOÃO de Itarantim, dentre as cidades que realizaram a festa, Itarantim foi destaque, mesmo com todas as dificuldades o prefeito fez questão de realizar as festas tanto do aniversário da cidade bem como o São João, sabemos que, foi uma festa mais modesta, pois se gastou e ainda se gasta muito dinheiro com os galpões da fábrica Renata Mello, para gerar empregos aqui no município.

http://www.sudoestehoje.com.br/novoportal/2015/06/23/sao-joao-em-itarantim-e-comemorado-com-festa-e-muita-alegria/

http://www.politicosdosuldabahia.com.br/v1/2015/06/19/itarantim-ornamentacao-junina/

Por fim, PAULO FERNANDES SOUTO, parabéns por sua administração, parabéns pelas festas de São João e Aniversário da Cidade, parabéns pelo apoio dado aos Evangélicos e aos Católicos, aplausos são bons, elogios são ótimos, VAIAS fazem parte do direito em qualquer DEMOCRACIA, mas o povo de bem, te aplaude de PÉ.

Por Roberto Ataíde
Fotos Diego Oliveira Rocha

quinta-feira, 25 de junho de 2015

UM BLOG DE FOFOCAS




Tal blog aqui da cidade de Itarantim chamado alerta, tem servido mais para "DESALERTA" pois o mesmo gosta de postar comentários maldosos, sobre a vida particular das pessoas, mas o que mais causa estranheza são pessoas de bem, postando comentários ou mesmo dando ibope para um trem desse, CUIDADO, você que posta comentários lá, pode ser vítima também!

Esse blog, sempre pega alguém para EXECRAR, desta vez pegaram Meire, destruir pessoas é papel do DIABO, ajudar destruir é de seus agentes.

Hoje mesmo publicaram essa matéria DESASTROSA ai das fotos,  e em pouco tempo retiraram, gente, afinal de contas A SERVIÇO DE QUEM ESTÁ ESSE TAL BLOG. Criam intrigas, inventam, caluniam, cada comentário vem carregado com um caminhão de mentiras brincando com pessoas, brincando com sentimentos, brincando com a moral de muitos, fica então uma pergunta no AR, senhor Blogueiro JUJU, seu blog é SÉRIO? Está serviço de QUEM? Do povo que não é.



Por Roberto Ataíde